Nota Oficial sobre a violência – Bancada de Oposição

Em relação aos números da violência, divulgados nesta segunda-feira (15) pelo Governo do Estado, através da Secretaria da Defesa Social, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco gostaria de destacar que:



· Nos quatro primeiros meses deste ano foram registrados 2.037 crimes violentos letais intencionais (CVLIs), ante os 1.408 casos registrados no mesmo período do ano passado - o que representa um crescimento acumulado de 45% no primeiro quadrimestre deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado.

· Apenas no mês de abril, o segundo mais violento desde que foi criado o Pacto pela Vida, foram registrados 514 homicídios, com 162 casos a mais que o registrado no mesmo mês de 2016, representando uma alta de 46%.

 · Nesses primeiros quatro meses deste ano, lamentavelmente, foram cometidos ainda 41.346 crimes violentos contra o patrimônio; 10.549 casos de violência doméstica contra a mulher e 641 casos de estupro. 

· Vale ainda lembrar que, em virtude de ofício da Diretoria Integrada do Interior 1 (Dinter 1), orientado os comandantes de batalhão a divulgar apenas informações positivas, os números divulgados pela Secretaria de Defesa Social carecem, hoje, de credibilidade. 

· Apesar da redução de 35 assassinatos em abril em relação ao mês anterior, a Oposição está profundamente preocupada com o fato de ainda serem registrados 514 assassinatos em um único mês e com o crescimento contínuo do número de homicídios registrado desde 2014, quando foram registrados 3.433 casos de CVLIs. 

· A Oposição lembra ainda que encaminhou, ainda em outubro de 2016, ofício ao governador Paulo Câmara solicitando audiência para discutir o crescimento da violência no Estado. E, apesar de o Governo não ter interesse no diálogo, a Bancada reafirma seu compromisso com o povo pernambucano e se coloca à disposição para ajudar a construir uma saída para o atual quadro de violência em Pernambuco.



Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco