Raquel diz que vai lutar pela segurança de Caruaru
Raquel diz que vai lutar pela segurança de Caruaru

Para atender às demandas, com relação à segurança pública, da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, e de representantes da sociedade civil, o secretário de Defesa Social do Estado, Antônio de Pádua, esteve na cidade na manhã da quarta-feira (27). O principal objetivo da visita era dar respostas às solicitações contidas na “Carta de Caruaru em Defesa da Vida”, entregue aos representantes do Governo do Estado na última semana.

“No último encontro, falamos dos seis pontos que estavam na carta, que são ações emergenciais de combate à violência. Hoje, recebemos o secretário e esperamos respostas a essas ações”, pontuou Raquel no início da reunião. Dentre as solicitações, está a ampliação de efetivo da patrulha rural, que, atualmente, conta com apenas uma equipe para quatro distritos. “Entendemos essa necessidade e já de imediato vamos enviar mais uma equipe para a zona rural. Até o fim de outubro, a terceira equipe deve fazer parte desse trabalho de ampliação do patrulhamento rural”, explicou o Coronel Morais, diretor da Polícia Militar da Zona da Mata e Agreste.

Quanto ao aumento de efetivo de policiais militares no 4º Batalhão (4º BPM), o secretário assegurou o envio de 140 agentes até o dia 3 de outubro. “Estamos enviando mais agentes e mais oito viaturas para o Batalhão que atende Caruaru. Até novembro, devemos inaugurar o Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (Biesp), que vai contar com equipes de rádio e motopatrulhamento, grupo de choque e polícia de trânsito”, garantiu Pádua.

Outros pontos solicitados na carta, como implantação de mais uma delegacia e de mais uma divisão de homicídios, além da exclusividade do 4º BPM para Caruaru e o serviço do 190 regionalizado, serão discutidos novamente em outra reunião, já marcada para o dia 10 de outubro. “Vamos bater na tecla do batalhão exclusivo para a nossa cidade e do 190 regionalizado incansavelmente, não vamos desistir disso”, salientou a prefeita.