terça-feira, 16 de julho de 2024

Teste comprova que cadeirinhas reduzem os índices de mortalidade em acidentes

Todos os dias, nas estradas do mundo todo, cerca de 300 crianças com menos de 15 anos morrem em acidentes de trânsito. Ainda que o número seja expressivo, já houve uma grande redução — o número era aproximadamente duas vezes maior em 1990 —, mesmo assim, o alerta continua, pois o perigo ainda não acabou. Na Alemanha, o número de crianças mortas aumentou para 79 em 2018 (eram 61 em 2017), e está um pouco acima da média dos últimos dez anos. Em outros países da UE, a tendência, que foi positiva por muito tempo, já não é mais a mesma, já que frequentemente as crianças passageiras em veículos são envolvidas em acidentes. Para reduzir esse número alarmante, registrado em inúmeros países do mundo, torna-se fundamental o uso de assentos infantis adequados, isso é o que demonstra um teste de colisão feito recentemente pelo Road Safety Report da DEKRA.

O uso deste dispositivo de segurança — desenvolvido de acordo com os tamanhos e pesos dos bebês e crianças — nos veículos é obrigatório em várias nações. Existem produtos adequados no mercado, como cadeirinhas e assentos elevatórios, feitos para idades e tamanhos diferentes. Se compararmos o valor da vida com o preço desses equipamentos, a importância deles se torna indiscutível. Mesmo assim, ainda há pais que não protegem seus filhos ou o fazem incorretamente.

Em países onde não é obrigatório o uso das cadeirinhas de segurança, infelizmente as consequências são trágicas. Na França, por exemplo, as estatísticas oficiais de acidentes demonstram que cerca de 20% das crianças e jovens que morreram em acidentes de carro em 2017 estavam soltas dentro do veículo, sem o uso de equipamentos adequados. Os EUA registraram números semelhantes em 2016, onde 17% das vítimas de acidentes de trânsito com menos de 15 anos não estavam seguras.

Pais desatentos ao risco da proteção inadequada

Muitos pais não têm consciência de quão sérias são as consequências de transportar crianças inadequadamente dentro dos veículos. “Se o cinto não estiver colocado corretamente, a criança pode bater no teto em uma situação de emergência e isso pode resultar em ferimentos graves, como compressão da coluna vertebral. Se a criança estiver presa com folga demais no assento ou se ele não for do tamanho adequado, uma colisão poderia levar a ferimentos de flexão graves e a uma extensão excessiva das vértebras do pescoço, resultando em danos permanentes ao sistema nervoso. Se a cabeça da criança atingir o banco da frente, isso pode, no pior dos casos, causar uma lesão cerebral traumática”, explica Andreas Schäuble, pesquisador de acidentes da DEKRA.

Um recente teste de colisão feito pela DEKRA na velocidade relativamente baixa de 50 km/h em áreas urbanas, deixa claro o que acontece em um acidente quando uma criança não está segura: “Para a medição, usamos dois bonecos — com altura de 1,13 metros e o peso de 23 quilos —, representando duas crianças de seis anos de idade: um foi preso adequadamente a uma cadeira de segurança e o outro ficou sentado sem restrições no banco de trás”, detalha Peter Rücker, do DEKRA Crash Test Center.

Como o teste foi gravado (vimeo.com/334697519) , as imagens impressionam: enquanto o boneco da criança que estava devidamente segura é contido pelo cinto e protegido pela cadeirinha; o outro manequim — que estava solto e inseguro — voa incontrolavelmente dentro do veículo, resultando em vários impactos. “Se isso não fosse um teste de colisão, mas um acidente na vida real, essa criança praticamente não teria chance de sobrevivência. Além disso, qualquer passageiro no banco da frente também seria colocado em sério risco”, alerta Rücker.

Segurança é mais importante que conveniência

Essa pesquisa desenvolvida pela DEKRA tem como principal objetivo convocar todos os pais para que garantam que seus filhos tenham a devida proteção dentro dos veículos. “Isso é uma necessidade absoluta, mesmo que a pessoa esteja com pressa ou vá fazer uma viagem curta. A segurança deve ter prioridade sobre a conveniência. O assento deve corresponder ao peso e à altura da criança e ser sempre testado em seu próprio veículo antes de ser comprado”, salienta Schäuble.

Sobre o Road Safety Report:

A segurança das pessoas no trânsito continua sendo um dos maiores desafios que a nossa sociedade enfrenta — ainda mais quando olhamos o problema em escala global. Afinal, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, cerca de 1,25 milhão de pessoas morrem em acidentes no trânsito todos os anos. Desde 2008, a DEKRA vem publicando o Relatório Anual de Segurança Rodoviária. Sua publicação completa o compromisso da empresa com a segurança rodoviária, iniciada há mais de 90 anos. Os relatórios estão disponíveis em formato PDF para download e como catálogo on-line (www.dekra-roadsafety.com/en/archive).

Foto: G1

Alfredo Pinto – O primeiro ministro caruaruense

Há cem anos o caruaruense ALFREDO PINTO Vieira de Mello era nomeado Ministro interino da Guerra, no auge da sua bem sucedida carreira. Nasceu em Caruaru a 20 de junho de 1863, no primeiro andar do sobrado de nº. 163 da Rua 15 de novembro, filho do Cel. João Vieira de Mello e Silva e de D. Maria Pinto Vieira de Mello.

Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais (Recife, 1886), iniciou sua carreira na então província de Minas Gerais como Promotor Público, onde exerceu o cargo até ser nomeado Juiz de Direito da comarca de Ouro Fino (1890).

Deixou a Magistratura para exercer a Chefia de Polícia do Estado de Minas Gerais no período de 1893-1896, quando foi exonerado a pedido.

Eleito, em 1897 deputado ao Congresso Nacional, na 3ª legislatura, teve ação destacada. Em 1903, deixou a política, passando a advogar na então Capital Federal. Atendendo a convite do então presidente da República Afonso Pena, foi nomeado Chefe de Polícia da capital da República (1906-1909).

Remodelou e modernizou o sistema policial, quando fundou o Serviço de Identificação Nacional (que deu origem à cédula de identidade).

De volta à advocacia, foi eleito Presidente do Instituto da Ordem dos Advogados Brasileiros de 1910 a 1913.

Foi ainda Professor da Faculdade Livre de Ciências Jurídicas e Sociais do Rio de Janeiro (1919).

Ainda em 1919, foi nomeado Ministro interino da pasta da Guerra (julho a outubro).

No mesmo ano assumiu o cargo de Ministro da Justiça e Negócios Interiores, destacando-se o êxito que obteve na Conferência Interestadual de Limites, de sua iniciativa, que conseguiu dirimir os conflitos da demarcação de fronteiras entre vários estados.

Em 1921, foi nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal.

Dentre os trabalhos que publicou destacam-se: Educação Científica; O Júri; Direitos das Sucessões e ainda a tese O Poder Judiciário no Brasil (1532-1871). É autor da peça teatral Discíola, encenada no antigo teatrinho de Caruaru e no Teatro de Santa Isabel, no Recife.

Sua fascinante biografia é de fato, motivo de orgulho para todos os caruaruenses.

Faleceu a 8 de julho de 1923, na cidade do Rio de Janeiro, sendo sepultado no Cemitério de São João Batista.

Sesi e Senai são instituições que mais contribuem para a formação profissional no Brasil

Criados há quase 80 anos para auxiliar no desenvolvimento da indústria e no fortalecimento da economia do Brasil, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Serviço Social da Indústria (SESI) são considerados, pelo setor privado, como as entidades que mais contribuem para a qualificação profissional no país. Sondagem – realizada pelo Instituto FSB Pesquisa com 4 mil empresários de todo país – aponta que as instituições têm imagem altamente positiva e cujas atuações têm altas taxas de aprovação no setor privado.

Os empresários ouvidos são CEOs, presidentes, vice-presidentes e sócios de empresas de micro, pequeno, médio e grande portes de todo país. A pesquisa buscou avaliar a percepção sobre a qualidade do ensino técnico no Brasil, a qualidade da educação básica técnica e profissional oferecida por SESI e SENAI e a imagem que os empresários têm das instituições, em comparação com outros atores do ensino técnico. Numa escala de 0 a 10, as entidades do chamado Sistema S receberam nota 7,0 por sua contribuição à qualificação profissional, frente aos 6,3 da rede privada e 4,9 da rede pública.

Quando se referem aos cursos do SENAI e às ações de educação do SESI, a opinião também é positiva. Para 83,2% dos entrevistados, os cursos do SENAI são ótimos ou bons, enquanto 77,4% têm a mesma visão sobre as ações do SESI. Quando perguntados sobre a imagem de SESI e de SENAI, 89,7% a consideram positiva. A parcela que avaliou como negativa somou 2,5%. Em relação ao trabalho realizado pelas duas instituições, 35,4% dos entrevistados consideram como ótimo e 49,8% bom, enquanto 1% percebem a atuação das duas casas como ruim ou péssima.

“O SESI e o SENAI têm um elevado reconhecimento da população brasileira com relação ao indispensável trabalho que realizam na qualificação de mão de obra de trabalhadores de vários setores, na formação de jovens de baixa renda e em ações para o aumento da produtividade e da inovação no setor industrial brasileiro”, diz o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade. “As instituições servem ao objetivo de atender e antecipar as diversas demandas dos diversos setores da indústria. A qualificação permanente e atualizada da mão de obra exige sinergia e simbiose com quem produz”.

Para o presidente da FIEPE, Ricardo Essinger, esse reconhecimento da sociedade é resultado de um esforço conjunto entre as casas do Sistema. “Ao longo dos seus 76 anos, o SENAI de Pernambuco já formou mais de 1,5 milhões de profissionais em seis modalidades que vão de educação profissional à pós-graduação. Isso com um índice de empregabilidade de 66%. Pelo SESI, compomos a maior rede privada de educação básica do Estado com mais de 5 mil alunos matriculados em 2018. Todos como acesso a disciplinas como inglês e robótica, além da grade curricular normal. Entre exames de próstata e mama, foram cerca de 25 mil homens e mulheres atendidos no ano passado. Além da nossa atuação com capacitações, promoção internacional e defesa de interesse realizada pela FIEPE para os empresários e dos mais de 13 mil estágios promovidos pelo IEL também no ano passado”, destaca.

FORMAÇÃO PROFISSIONAL – O ensino técnico no Brasil, como um todo, tem avaliação positiva, sendo considerada ótima ou boa para 47,3% dos empresários ouvidos e regular 38,4%. Uma ampla maioria (84,1%) aponta aspectos positivos do ensino técnico, sendo a qualidade dos cursos (32,3%), oportunidade emprego/estágio (11,9%) e formação dos trabalhadores (8,5%) os atributos mais citados. Em relação ao SENAI, 87% citaram pontos positivos da instituição e indicaram, de forma espontânea, a qualidade dos cursos (41,2%), a formação de trabalhadores (13,4%) e os cursos (9,8%) como seus principais atributos.

O ensino técnico e profissional, aliás, é a principal referência feita pelos empresários quando perguntados sobre o SENAI. As citações ligadas à qualificação do trabalhador chegam a quase 60% das menções espontâneas dos entrevistados, sendo “ensino técnico/profissionalizante” a mais dita (30,2%), seguida de “cursos” (16,2%) e “cursos voltados para a indústria (12%). Os cursos técnicos são, de forma destacada, as ações e atividades desenvolvidas pelo SENAI que são as mais conhecidas dos empresários, citados espontaneamente por 78,7% dos ouvidos.

A educação básica e outras modalidades de ensino oferecidas pelo SESI também contam com reconhecimento dos empresários da indústria. Em relação à opinião dos entrevistados, 60,5% citaram algum ponto positivo sobre a instituição, sendo a qualidade dos cursos (14,5%) a formação dos trabalhadores (9,1%) e ações de lazer e cultura (8,2%), além de trabalhos sociais realizados (7,2%).

SERVIÇOS – Além de serem reconhecidas como referência em educação voltada para o mundo do trabalho, serviços prestados por SESI e SENAI de apoio à atividade industrial também têm avaliação positiva entre os empresários industriais. As soluções de tecnologia e inovação oferecidas pelo SENAI, por exemplo, são consideradas como ótimas ou boas por 68,2% dos ouvidos. Os serviços de promoção de saúde e segurança do trabalho (SST) oferecidos pelos SESI às empresas industriais, por sua vez, são considerados ótimos ou bons por 45,9% dos entrevistados.

GESTÃO DOS RECURSOS – Como integrantes dos Serviços Sociais Autônomos – o chamado Sistema S – são financiados por contribuições compulsórias recolhidas sobre as folhas de pagamento das empresas industriais. Para os ouvidos, em relação ao modelo de gestão de recursos, 78,3% consideram que as entidades empresariais são as que têm maior capacidade para administrar os recursos, enquanto 11,6% avaliam que a atribuição deve ficar com o governo e 4,3% consideram que deve ficar com ambos. Entre eles, 84,1% concordam total ou parcialmente que a gestão privada garante maior eficiência à utilização dos recursos utilizados na educação profissional.

A pesquisa também consultou os empresários sobre sua percepção da relação custo-benefício da contribuição compulsória para financiamento das atividades do SESI e do SENAI de apoio à atividade industrial. Mais da metade (55,1%) a consideram muito boa ou boa, enquanto 19% a percebem como regular. Apenas 9,5% dos entrevistados avaliam a relação custo-benefício como ruim ou muito ruim. Em relação ao eventual uso dos recursos para outras finalidades, como alocação para o ajuste fiscal ou o financiamento da Previdência, os empresários se mostram amplamente contrários: 76,4% discordam em parte ou totalmente com propostas neste sentido.

PRINCIPAIS CONCLUSÕES DA PESQUISA COM EMPRESÁRIOS

57,3% dos empresários avaliam como ótimo ou bom o ensino técnico e profissional no Brasil

85,2% dos empresários avaliam o trabalho do SESI e do SENAI como bom ou ótimo

89,7% dos empresários têm imagem positiva ou muito positiva do SESI e do SENAI

A qualidade dos cursos do SENAI é tida como seu principal ponto forte por 41,2% dos ouvidos

Com nota 7,0, as entidades do Sistema S são as que mais contribuem para a qualificação profissional. A rede privada de ensino, com nota 6,3, e rede privada (4,9) contribuem em menor medida, segundo os empresários.

91,2% dos empresários têm imagem positiva ou muito positiva do SENAI. Para o SESI, esse percentual é de 79,4%

COMO DIFERENTES PÚBLICOS PERCEBEM O SESI E O SENAI

Além de prospectar a percepção de empresários da indústria, o Instituto FSB Pesquisa realizou outras três sondagens para colher a opinião de públicos sobre a atuação do SESI e do SENAI. Nesse sentido, foram ouvidos 200 jornalistas de todo país, 75 stakeholders (seleto grupo de altos executivos) e 273 parlamentares.

Coluna Esplanada

Brasília, sexta-feira, 2 de agosto de 2019 – nº 2.563.

Um milhão sem Bolsa

O Governo faz duro pente-fino nas fraudes no Programa Bolsa Família e na atualização de dados dos beneficiários. Apenas de janeiro a maio deste ano foram descredenciadas 1.119.615 de famílias, informa à reportagem o Ministério da Cidadania. E o número será bem maior até dezembro, pelo ritmo dos trabalhos. “Os cancelamentos estão relacionados aos procedimentos de averiguação e revisão cadastrais, fiscalização, descumprimento de condicionalidades”, informa o ministério. Há também os “desligamentos voluntários”. Boa notícia, nos critérios de monitoramento, no item “superação das condições necessárias para a manutenção dos benefícios”.

Pescadore$

Há um mistério há anos, desde a criação do Ministério da Pesca na Esplanada. Por que Brasília tem quase 40 mil pescadores que recebem o seguro-defeso pago pelo Governo?

Mistério do Lago

A capital tem o belo e enorme Lago Paranoá, é fato. Mas evidentemente, e notório, muito mais para passeio de moradores que para a pesca. É o mistério do Lago.

Apagando

A foto do ex-deputado Eduardo Cunha foi retirada da galeria dos ex-presidentes que a Câmara Federal mantém na entrada plenário. A última na parede é de Marco Maia.

PSL x OAB

Em meio ao embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, deputados do PSL querem desenterrar e acelerar projetos que desagradam à entidade. Um deles, PL 9523/2018, obriga a OAB a prestar contas de suas atividades. Foi apresentado pelo ex-deputado Cabo Sabino (Avante-CE), tramitou na Comissão de Constituição e Justiça, mas foi arquivado.

Direto da…

O PSL deverá pedir o desarquivamento da proposta e preservar o mesmo teor do texto que, em um dos trechos, justifica: “O mesmo princípio que a OAB cobra o fim da corrupção, a transparência total na prestação de contas, deve se aplicar a ela mesma, com uma entidade de justiça também deve ter suas contas verificadas pela sociedade”.

…gaveta

Outros projetos incômodos à Ordem podem ressuscitar das gavetas, como a fiscalização das verbas da entidade pelo Tribunal de Contas da União – com argumento de que o dinheiro do advogado é contribuição pública-pessoal – e até o fim do exame de ordem, que rende milhões para o Conselho todo ano.

Rota da cela

Nos próximos dias, deverão ser emitidas as ordens de prisão dos réus da Chacina de Unaí: o mandante Norberto Mânica e os intermediários Hugo Alves Pimenta e José Alberto de Castro. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região rejeitou os recursos de Embargos de Declaração apresentados pela defesa do trio.

Prisão de fato

O presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais do Trabalho, Carlos Silva, diz ser necessário que o monitoramento do caso tenha continuidade, até que os criminosos sejam efetivamente punidos e cumpram as penas de reclusão: “Não podemos admitir que se passe mais um longo tempo entre a decisão do TRF e a execução da pena”.

Se nota 1

No Rio de Janeiro, para que uma distribuidora de combustível possa vender etanol sem que a guia do comprovante de pagamentos do ICMS seja enviada junto com o caminhão, precisa estar credenciada na Secretaria de Fazenda. Há dias, as distribuidoras do grupo Canabrava, Minuano e Paranapanema perderam seus credenciamentos.

Sem nota 2

Fica o alerta aos donos de postos, para os que sabem, ou não: Agora os postos que comprarem etanol das empresas desse Grupo e não receberem junto com o produto a guia do recolhimento do ICMS ficarão responsáveis pelo pagamento do imposto.

Emprego$

O número de empregos criados pelos pequenos negócios em junho registrou o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos. Levantamento feito pelo Sebrae com base nos dados do CAGED mostra que foram criados 52,7 mil postos de trabalho nesse segmento. Mas as médias e grandes corporações, pela segunda vez consecutiva, mais demitiram do que contrataram, registrando saldo negativo de 4,8 mil empregos.

ESPLANADEIRA

# A Bienal do Livro Rio terá novidades para o Fórum de Educação, exclusivo para professores, dias 2 e 3 de setembro, com presenças de Ana Mae Barbosa e o judoca Flávio Canto.

Entenda os impactos do corte na taxa de juros

Na última quarta-feira (30/07) o Comitê de Política Monetária do Banco Central do Brasil, o Copom, optou por uma decisão no sentindo da expectativa de redução do mercado e cortou a taxa básica de juros Selic em 50 pontos-base, para 6,00% (antes 6,5%), o que representa um mínimo histórico. O Brasil reverte um paradigma dos juros altos no Brasil. Essa redução só foi possível depois de seguidas políticas econômicas iniciadas ainda no governo Temer. Destaque para a instituição do Teto dos Gastos, a parcial reforma da previdência e a relativa autonomia do Banco Central em perseguir as metas de inflação, que estão em níveis também histórico. O Copom ainda deixou a entender que as próximas decisões da política monetária continuarão dependendo da “evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação.”, ou seja, com a aprovação total da reforma da previdência e com a manutenção do controle da inflação nos próximos meses essa taxa pode ser reduzida ainda mais. Contudo, o cenário externo tem forte influência nesse cenário e não deve ser deixado de lado.

Em efeito prático a redução da taxa tem potencial para elevar os índices da bolsa de valores (IBOV) e nos indicadores de emprego. Importante esclarecer que essa melhora tem efeito também na economia do país, a partir do maior nível de investimento por parte das empresas. Ainda é incerto os efeitos da redução da taxa de juros Selic sobre os juros bancários, aquele que afeta o consumidor. O principal efeito esperado, é o maior nível de investimento que pode desencadear um ciclo virtuoso na economia com maior geração de empregos e atividade empresarial.

Do ponto de vista político o que chama atenção é o fato dessa decisão de juros ser resultado de uma política econômica sustentável, que em outra época foi vista com demasiado preconceito. Para muitos que imaginavam políticas “neoliberais” elevando juros, os fatos comprovam o contrário.

IFPE Palmares lança seleção para 51 vagas em cursos técnicos

Foi lançado pela direção-geral do campus Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, edital para preenchimento de 51 vagas remanescentes nos cursos subsequentes de Técnico em Redes de Computadores e Técnico em Manutenção e Suporte em Informática.

As inscrições serão presenciais e poderão ser realizadas desta sexta-feira (2) até a próxima terça-feira (6), através do preenchimento e assinatura de formulário impresso disponível na secretaria do Campus Palmares, localizada na AEMASUL/FAMASUL, BR-101, km 186 S/N, Engenho São Manoel, em Palmares.

Para se inscrever, os candidatos precisam estar munidos de cópias e originais do certificado de conclusão do ensino médio e histórico escolar; documento de identificação com foto e CPF. A lista dos candidatos aprovados será divulgada no portal da Instituição e nas dependências do campus, a partir do dia 7 de agosto.

Os inscritos serão classificados em ordem decrescente de acordo com o coeficiente de rendimento nos componentes curriculares: Língua Portuguesa, Matemática, Geografia e História, constantes na Ficha Modelo 19 (histórico escolar de conclusão do ensino médio), obtida em estabelecimento de ensino reconhecido por Secretaria de Educação Estadual ou pelo MEC.

O resultado final da seleção será publicado no próximo dia 9. A matrícula para os aprovados deverá ser efetuada entre 12 e 13 de agosto. O início das aulas está previsto para o dia 19 deste mês.

Folhape

 

Reeducandos do regime aberto reforçam limpeza no Autódromo de Caruaru

A limpeza do autódromo internacional Ayrton Senna, em Caruaru, recebe um reforço das mãos de reeducandos para o Campeonato Norte e Nordeste de Marcas e Piloto, que será realizado neste fim de semana .  No local, os apenados realizam serviços de capinação e serviços gerais nas pistas de automóvel, que tem três quilômetros e 180 metros de comprimento, na de moto, e na pista de motocross em construção.

O trabalho é possível graças ao convênio entre o Patronato Penitenciário, órgão da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), com a prefeitura, que já mantém em ocupação atualmente 130 reeducandos do regime aberto.

Para o diretor do autódromo, Amon Dantas, os reeducandos não dispensam trabalho. “Sempre temos eventos aqui, neste final de semana tem o Norte e Nordeste de Marcas; no dia 18 de agosto, tem outra competição, e essa equipe se dedica muito na limpeza das pistas. Se pudéssemos ampliar o número de reeducandos, seria interessante”.

O convênio com a prefeitura de Caruaru, também conta com apenados na zeladoria de outros equipamentos culturais, como:  museus do Vitalino, do Barro e do Galdino, Memorial da Cidade, Casa da Cultura e em três centros de atendimento ao turista. Eles se dedicam a capinação, limpeza e serviços gerais, como por exemplo, trabalhos de hidráulica.

“O trabalho que eles desenvolvem é importante para a cidade e também contribui para diminuição da violência, visto que o índice de reincidência de reeducandos que trabalham é de apenas 1%”, destaca o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Em Pernambuco, 1.040 reeducandos do regime aberto na RMR e no interior trabalham por meio de convênios em empresas públicas e privadas.

TV Asa Branca contribui para desenvolvimento do Agreste, destaca sessão solene da Câmara

Mais do que um veículo de comunicação, a TV Asa Branca contribui para o desenvolvimento de Caruaru e do Agreste, sintetizaram os pronunciamentos da sessão solene da Câmara dos Deputados que homenageou, hoje (quinta, 1º), sob a presidência do deputado Fernando Rodolfo (PL-PE), os 28 anos da emissora.

Autor do requerimento da sessão solene, Rodolfo, que se disse influenciado pela TV Asa Branca quando decidiu se tornar jornalista, assinalou que o surgimento da emissora, em 1º de agosto de 1991, foi um divisor de águas para o Agreste e o Sertão, “pois onde há informação, há também desenvolvimento”.

Destacou a qualidade e a isenção do jornalismo praticado pela TV Asa Branca. “Em tempos de fake news, de perseguição a jornalistas e tantas outras aberrações que prejudicam os brasileiros com a desinformação, devemos valorizar emissoras que trazem no DNA o compromisso com a verdade”, pontuou o deputado pernambucano.

Um dos sócios-diretores da emissora, Luiz de França enfatizou que a história da TV Asa Branca se confunde com o progresso de Caruaru e do Agreste. “A TV Asa Branca está integrada às comunidades dos 108 municípios aonde chega seu sinal. A emissora está ligada ao desenvolvimento do Agreste, especialmente de Caruaru”, declarou França.

Para o diretor-executivo da TV Asa Branca, Williame Souza, é preciso lembrar das muitas ações sociais que a emissora desenvolve, junto com parcerias, como serviços gratuitos de assistência à saúde e de educação profissional, assim como atividades culturais. “Com suas reportagens, a TV Asa Branca diminui a distância entre o Poder Público e os cidadãos”, acrescentou.

Primeiro âncora da emissora, o jornalista Sílvio Nascimento, atualmente diretor da Embratur, em Brasília, sublinhou que a TV Asa Branca, acima de tudo, “deu voz ao povo, ao cidadão comum”. Segundo ele, mais do que um veículo de comunicação, a TV Asa Branca é uma defensora dos direitos públicos.

Além de Rodolfo, França, Souza e Sílvio, participaram da mesa da sessão solene de hoje em homenagem aos 28 anos da emissora, Shyrley Oliveira, sócia-diretora, e Yara Malta, esposa de Luiz de França.

Operação detém suposto PM envolvido na prática de homicídios

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou a Operação Casuar, na manhã desta quinta-feira (1º), em Caruaru. Nela, um suposto policial militar reformado foi preso, bem como seis mandados de busca e apreensão acabaram sendo cumpridos. De acordo com as investigações da Civil, o suspeito identificado como Jaílson Ribeiro da Silva, o sargento “Ribeiro”, liderava uma empresa de segurança privada, que estaria sendo utilizada como fachada para fazer uma verdadeira “limpa” na Capital do Agreste com a prática de diversos Crimes Violentos Letais e Intencionais. Pelo menos quatro homicídios ocorridos, neste ano na cidade, já se encontram atribuídos a este grupo criminoso.

Dentre eles, destaque para o triplo assassinato registrado no último mês de junho, na comunidade do Xique Xique, na zona rural. Após terem sido vistas pela última vez na noite do dia 16, na estrada que fica entre os sítios Maria Clara e Xique Xique, as vítimas Ronaldo Bezerra de Lima, de 24 anos; Eduardo Bezerra de Lima, de 22, e Jeamerson Tibúrcio da Silva, de 16 anos, acabaram tendo os seus corpos localizados somente seis dias depois, já em estados avançados de decomposição, no Sítio Capim. Além deste triplo, a empresa de fachada de segurança ainda teria sido responsável pela morte de um jovem, dias antes, na mesma comunidade.

Já que não apresentou nenhuma documentação que comprovasse a sua atuação como PM, Ribeiro passou por exame traumatológico no IML local e, em seguida, foi encaminhado para Penitenciária Juiz Plácido de Souza. “Se tivesse comprovado que é reformado seria levado para a Unidade Prisional da Polícia Militar de Pernambuco, com sede no Recife, mas como não, seguiu para PJPS. As investigações permanecem e outros envolvidos podem ser presos a qualquer momento. Na casa dos demais suspeitos, fizemos o cumprimento dos mandados de busca e apreensão”, acrescentou Márcio George.

Rios de Água Viva 2019 será realizado no dia 25 de agosto

O administrador apostólico de Caruaru, Dom Bernardino Marchió, realizou coletiva na manhã desta quinta-feira (01) para repassar as informações detalhadas sobre a edição deste ano do evento Rios de Água Viva. Durante o encontro foi divulgada a data do evento que será no dia 25 de agosto com início programado para as 14h com a catequese nos cinco pontos de concentração dos rios.

Esse ano a Diocese será dividida por região pastoral, onde cada uma delas representará um continente. Sendo a RP Centro – a África, com concentração no Colégio Sagrado Coração; a RP Norte – as Américas, com concentração na Paróquia Natividade do Senhor; a RP Oeste – a Europa, com concentração na Paróquia São Francisco, a RP Sul – a Oceania, com concentração na Paróquia do Rosário e a RP Leste – a Ásia, que irá se concentrar na Catedral de Nossa Senhora das Dores.

A partir das 15h30, os cinco rios irão em procissão até o Pátio de Eventos Luiz “Lua” Gonzaga, onde as 16h30 haverá a acolhida com a entrada das bandeiras e estandartes, a procissão do 6º rio composto por 50 jovens e o 7º rio composto por 50 homens do Terço. A celebração eucarística está marcada para às 17h, e será o momento de agradecimento ao pastoreio de Dom Dino na Diocese de Caruaru. A partir das 19h terá início a Festa Missionária, com cantores locais. Em seguida será o momento de receber o Pe. Joãozinho SCJ. com o Evangeliza Show, finalizando o evento.

x